Seu projeto NUNCA terá valor se você não utilizar essa ferramenta!


Olá pessoal, tudo bem?

No post de hoje vamos abordar um pouco sobre a viabilidade de projetos, em especial uma ferramenta chamada Business Case, afinal de contas, o que é este Business Case que eu nunca ouvi falar?

Provavelmente você já ouviu falar de Plano de Negócio ou Business Plan, o Plano de negócio tem como objetivo avaliar se um negócio é ou não viável, para isso ele é composto por vários elementos, tais como: Pesquisa de Mercado, Plano Estratégico, Plano de Recursos Humanos, Plano de Marketing, Aspectos Jurídicos e Contábeis e um dos mais importantes elementos o Plano Financeiro.

Já o Business Case, possui o mesmo objetivo, entretanto ele é aplicado a um projeto específico, sua tradução significa “Caso de Negócio”, ou seja, ele avalia a viabilidade e impacto do projeto no negócio como um todo, provendo uma análise completa dos benefícios e impactos financeiros que o projeto causará no empreendimento. Ele é o documento responsável por justificar a existência do projeto.

Vamos então aos elementos que comumente o compõe:

  • Justificativa: Apresenta os principais problemas e oportunidades a serem exploradas pelo projeto.

  • Objetivo: Apresenta o Objetivo central do projeto.

  • Benefícios Esperados: Apresenta os principais benefícios tanto tangíveis como intangíveis, preferencialmente expressos de maneira mensurável e comparados a situação atual do negócio.

  • Contra Benefícios Esperados: Apresenta os resultados percebidos como negativos pelo projeto,

  • Análise financeira: Apresenta o fluxo de desembolso do projeto, geralmente mostrado no formato de um DRE ou de um Cronograma de desembolsos.

  • Indicadores financeiros: Apresenta indicadores financeiros como ROI, TIR, VPL, Payback, CAPEX, OPEX, dentre outros que permitam uma correta análise do potencial de resultados do projeto.

  • Considerações financeiras: Apresentam os aspectos financeiros levados em consideração, como Taxa de Desconto, Base salarial dos Colaboradores, Número de Colaboradores considerados etc.

  • Riscos: Apresentam os principais riscos positivos e negativos do projeto.

O Business Case é um documento muito enfocado na metodologia Britânica do Prince2®, que o incorpora durante todo o ciclo de vida do projeto, já o Guia PMBOK® até a sua 5ª Edição o apresentava apenas como uma ferramenta de iniciação do projeto, o qual deveria se elaborado para aprovação do mesmo, mas que não fazia parte do objeto de gestão por parte do Gerente de Projetos, agora em sua 6ª Edição o Guia PMBOK® traz o Business Case como um Documento de Negócio que deve sim ser atualizado e acompanhado pelo Gerente de Projetos, uma mudança de entendimento que agrega muito mais valor ao trabalho de Gerente de Projeto e o orienta muito mais à resultado.

Espero que tenham gostado pessoal, curtam, compartilhem e comentem como estão seus projetos? Vocês possuem Business Case e o acompanham ao longo do projeto?

Abraço.

Image by rawpixel.com

#Negócio #Estratégia #Projetos #GestãodeProjetos #GerenciamentodeProjetos #BusinessPlan #BusinessCase #Viabilidade

51 visualizações1 comentário